segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

K&K canta na Câmara dos Vereadores em POA


Kleiton e Kledir


01 jan 2009, 16:00 Câmara dos Vereadores de Porto Alegre, Porto Alegre, Rio Grande do Sul



A DUPLA CANTARÁ HINO NACIONAL do BRASIL durante a posse do Prefeito eleito, Fogaça.


O prefeito reeleito de Porto Alegre, José Fogaça (PMDB), tomará posse no dia 1 de janeiro, às 16h, na Câmara dos Vereadores da Capital, juntamente com o vice-prefeito José Fortunati (PDT). A estimativa é de que toda a cerimônia deva durar aproximadamente quatro horas. A primeira parte do ritual acontece no Plenário Otávio Rocha da Câmara. Lá, o chefe do Executivo municipal participa da solenidade junto com os 36 vereadores que conquistaram no pleito de outubro o apoio dos eleitores porto-alegrenses para integrar a próxima legislatura. Da colenda, Fogaça, Fortunati e os vereadores seguem para a prefeitura, no Centro da Capital. No Salão Nobre, localizado no segundo andar do Paço Municipal, acontecerá a solenidade de posse dos 28 secretários e diretores de departamento que integrarão o primeiro escalão do Executivo na gestão que se inicia em 2009. A expectativa é de que a cerimônia na prefeitura, marcada para às 18h30min, se encerre com o discurso do vice-prefeito eleito, José Fortunati, seguido pelo do prefeito reeleito, José Fogaça.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Fim de ano com K&K no Sul


Fim de ano com Kleiton & Kledir no Rio Grande do Sul!


SHOWS DE NATAL ( Em praça pública)


Dia 19/12 - Nova Petrópolisdia


22/12- Pelotas


Show de Virada- REVEILLON

31/12- PoA - antes da queima de fogos - Usina do Gasômetro, às margens do Guaíba


Beijos

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Kledir Ramil no Caminho do Livro


Kledir Ramil no Caminho do Livro,
dia 20 de dezembro


No dia 20 de dezembro, o escritor, músico e compositor Kledir Ramil estará participando da programação da Feira do Caminho do Livro.

Kledir Ramil, que tem tem dois livros editados - Tipo Assim e O Pai invisível - fará uma apresentação em datashow e conversará com o público, tendo como mediador o escritor e músico Frank Jorge. O encontro ocorrerá no auditório do Instituto Cultural Brasileiro Norte-Americano (Riachuelo, 1257), às 14h30min. Logo após, haverá uma sessão de autógrafos do autor, no mesmo local.

O Caminho do Livro, nome que recebe o trecho da Rua Riachuelo entre a Avenida Borges de Medeiros e a Rua General Câmara, é fruto da parceria firmada entre a Prefeitura de Porto Alegre e a Câmara Rio-Grandense do Livro (CRL). A feira de livros é o grande atrativo do Caminho, que pode ser percorrido sempre aos sábados, das 10h às 16h.

O auditório do Cultural tem 200 lugares e as pessoas interessadas podem obter maiores informações pelos telefones 3289-3738 e 8114-5504.

Feliz Natal e Feliz Ano Novo a todos!




Amados Kleiton & Kledir

Mais um ano se encerra e tivemos a felicidade de tê-los sempre conosco, esperamos que o próximo seja tão lindo como foi este ano, que possamos estar juntos nos caminhos da vida.

Desejamos a vocês um Feliz Natal e um Ano Novo recheado de coisas maravilhosas e muitas canções!



Beijos carinhosos



Valéria Cavalcante e fã-clube Corpo e Alma


Começar ou recomeçar

Decisão difícil de ser tomada ou assumida.Existem épocas em que começamos voluntariamente as mudanças em nossa vida; não porque tenhamos errado em nossas escolhas, mas sim porque já é hora de uma evolução neste sentido. Nesses momentos nos questionamos e acreditamos em nós mesmos, num impulso de crescimento. Ou pode ser que a vida faça romper inesperadamente alguma situação que já existia e era parte de nossa rotina. Essa sim nos pega de surpresa e nos obriga, através da dor, a crescer obrigatoriamente. No momento, nos sentimos como se tudo desabasse sobre nós; como se um grande buraco se abrisse sob nossos pés...Calma ...Só com o tempo é que se entenderá essa transformação. Essa época não é fácil e será necessária a fé para poder acreditar que não se está sozinho ou abandonado.Acabar uma profissão ou trabalho depois de muito tempo, um casamento ou relacionamento que se rompe ou “perder alguém de que tanto gostamos”, são momentos que já acostumamos a ver outras pessoas passarem,mas quando é na nossa vida que ocorre, o entendimento fica às voltas com uma grande dor, mágoa ou revolta que nos violenta mais ainda.A fé que dizíamos ter nessa hora desapareceindependente da crença de cada um.Não se pode esquecer que nada acontece por acaso.Essas situações em que nos sentimos perdidos e feridos nos fará voltar para dentro de nós mesmos para refletirmos e definirmos com maior clareza que rumo ser tomado e termos a confiança em um novo recomeço, Um novo renascer; Só que agora mais maduro.Podemos, entretanto, ficar lamentando incessantemente, ao invés de despertarmos para esse novo horizonte que se abre para nós.Essas situações vêm, muitas vezes, nos fazer valorizar alguma situação que não dávamos a devida atenção e através dessa transformação estaremos aprendendo novos valores.Quando decidimos recomeçar antes dessas inesperadas transformações é porque já sentimos uma necessidade de crescimento e acabamos nos preparando para uma nova etapa na vida.Cuidar da auto-estima, ter confiança e coragem para esses novos começos facilitarão esse novo recomeço.Confiando sempre na força maior "DEUS" que não nos desampara nunca.

Um irmão de luz

Shows em São Paulo




Shows nos dias 13 e 14 /12/2008 em São Paulo.




Nem preciso dizer que Rose, Juan e Stella ficaram encantados!

Stella querida valeu pelas fotos, ficaram ótimas!
Beijos!

Créditos: Stella

Show em Bento Gnçalves foi Mara!




Show em Bento Gonçalves foi Mara!!!

Bom, a Bety esteve no show e ficou bem na frente, encostada no palco, mais pertinho do Kledir, depois até acabou sentando na escadinha da frente do palco, estava cheio de gente, mas o Kleiton a viu e acenou com a cabeça e com um sorriso (valeu a noite, né Bety?!).Sim, Kleiton desceu do palco tocando seu violino (orquestra filarmínima de POA), passou bem onde ela estava, na escadinha do palco, foi ao público, que estava todo em pé, tiraram várias fotos com ele, como sempre, e Bety ficou tão emocionada e tão tímida, que não fez nada, apenas tentou fotografá-lo quando ele voltava e parou bem à frente da nossa comentarista mais ilustre que tentou fotografar, mas se enrolou toda com a câmera digital e ainda mais com a adrenalina a mil... Resultado algumas fotos trêmulas, outras sem cabeça, mas eu entendo, já fiz isso também.

Concluindo o show foi Mara!

Ps: Bety querida, desculpa a brincadeira... Valeu pelas fotos e informações.

Créditos: A famosa Bety!

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

SOS - Santa Cataria - Kleiton & Kledir


Kleiton e Kledir, a música é bela e continua atualíssima.

Beijos



Em 1983, Santa Catarina foi atingida por uma enchente terrível, criando calamidade, destruição e desespero. Sensibilizados com a tragédia, Kleiton e eu ajudamos a organizar um show para arrecadar fundos e doações. Fomos para Florianópolis e levamos como convidados grandes nomes da música popular brasileira, entre eles Nara Leão, Paulinho da Viola e Frenéticas. O espetáculo foi um sucesso em todos os sentidos.
Mais do que uma ajuda emergencial, a mobilização de artistas em torno de uma causa, seja ela qual for, sempre tem um caráter mais transcendente: a conscientização. Essa era a principal intenção do evento, chamar a atenção para que se pudesse prevenir futuras catástrofes.
25 anos depois a história se repete e, como se fosse possível, em dimensões ainda piores. Será que nosso esforço foi em vão?
Quem são os responsáveis por tudo isso? Eu faço o que sei fazer e o que está ao meu alcance. Não posso fazer obras de contenção e prevenção de enchentes. Não posso construir um canal para desviar o curso de um rio. Isso é trabalho para os governantes.
É claro, há coisas que são da natureza. O homem não pode impedir certos fenômenos naturais, mas pode sim fazer alguma coisa, como preservar o lugar onde vive. A destruição do planeta está provocando reações climáticas cada vez mais violentas. Essa responsabilidade é de todos nós, de cada um de nós, nas pequenas atitudes do dia-a-dia.
Eu sei fazer canções, como essa que fizemos na época. Não importa se não foi o suficiente. Vou continuar fazendo a minha parte.


Kledir Ramil



Por água abaixo (Kleiton Ramil & Kledir Ramil)

Pela mão do destino / Vamos sendo marcados / Nossos sonhos em vão / Foram por água abaixo
Nunca vi tanta chuva / Transbordando os rios / Destruindo paixões / Tudo por água abaixo
Fiz até uma promessa / Se São Pedro fechasse / As torneiras do céu / Mas foi por água abaixo
E será que vai dar pra recomeçar / Quando passar tanta tormenta?
Acontece que o homem / Mexe na natureza / E isso dá no que deu / Vamos por água abaixo
É impossível nadar / Contra a lei correnteza / Inocentes, culpados / Todos por água abaixo
Só nos resta a esperança / Na justiça divina / O que alma plantou / Não vai por água abaixo.


CLIQUE AQUI para ouvir a música e saber como ajudar: http://kleitonekledir.uol.com.br//