sábado, 24 de dezembro de 2011

Feliz Natal e um Super 2012



O fã clube Corpo e Alma deseja a todos um Feliz Natal e um super 2012!




Com muita saúde, paz, luz, harmonia, alegria, respeito, sabedoria, igualdade e muito amor.
Reconhecimento e sucesso para a nossa dupla amada!



Beijos a todos!

Valéria Cavalcante

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Agenda



05/12/2011 - Festa de Natal - Canoas/RS

Kleiton e Kledir + Orquestra Sinfônica Theatro São Pedro

Canoas/Praça Pública defronte a Prefeitura - RS

.

Concerto Série Pop Natal - Kleiton e Kledir com Orquestra Unisinos (Regente Evandro Matté) + Coral

17/12/2011 - Porto Alegre/ Colégio Anchieta - RS

18/12/2011 - São Leopoldo/ Praça 20 - Biblioteca - RS

19/12/2011 - Sapucaia do Sul - RS

20/12/2011 - Caxias do Sul /Largo da Estação Férrea - RS

21/12/2011 - Bento Gonçalves - RS

22/12/2011 - Santa Rosa - RS

.

30/12/2011 - PRÉ REVEILLON

Local: Itá Thermas

Horário: 23 hs

Itá-SC

,

terça-feira, 15 de novembro de 2011

jornal ZERO HORA - 14 NOV 2011 - caderno Meu Filho



Músicos se rendem à criançada

Mercado vê nova onda de artistas brasileiros consagrados produzindo também para o público infantil

Gilberto Gil musicou o Sítio do Picapau Amarelo. Chico Buarque imortalizou Os Saltimbancos. A parceria de Toquinho e Vinícius de
Moraes originou dezenas de pérolas, como O Pato e A Arca de Noé. As décadas de 1970 e 1980 foram a era de ouro da boa música infantil.
Após um longo hiato, há muito não se via tantos artistas brasileiros consagrados retornando ao tema. De Adriana Calcanhotto, com seu Partimpim, passando por Pato Fu, com Música de Brinquedo, até Arnaldo Antunes, Edgard Scandurra e companhia, com Pequeno Cidadão. Recentemente, foi a vez dos gaúchos Kleiton & Kledir, com Par ou Ímpar. Em comum, o fato de fazerem música para os pequenos
-porém, nem um pouco infantilizada.– Essa nova geração de artistas compõe para baixinhos inteligentes – declarou recentemente o produtor Nelson Motta.
A música acompanha o ser humano por toda a vida, e é na infância que ela vai começar a sua significação. Com vários papéis, ela está ligada ao desenvolvimento da linguagem, da cognição e da sociabilidade. Ela também influencia no modo como a criança vai lidar com a afetividade, alimenta vínculos interpessoais, constrói sentimentos e estimula descobertas importantes, entre outros benefícios. Sua importância é tal que pesquisas apontam que bebês apreciam música dentro do útero, reagindo a estímulos sonoros.
– Notoriamente, há um reflexo da mídia e da internet nessa tendência. As crianças estão recebendo cada vez mais informações, de todos os lados, e a nova geração de músicos está atenta a enfoques mais atuais – afirma a professora de pedagogia da Feevale
Denise Arina Francisco.
Denise lembra que, apesar da roupagem moderna das canções criadas para o público mirim, a essência lúdica continua:
– O mundo infantil permanece com suas brincadeiras, seus personagens, ídolos e heróis. Sem isso, não há infância, nem na literatura, nem no cinema, nem na música.
A melodia, muitas vezes, é o que mais importa e agrada, desde a criançada até os pais.
– A riqueza da música feita para crianças é encantadora. Hoje, fugimos daquele tradicionalismo, de ter só piano e violão. Explorar os múltiplos instrumentos e despertar para esse universo musical é benéfico em vários aspectos, até para a relação entre pais e filhos. Acredito que muitos dos novos intérpretes fazem música pensando não só nas crianças, mas também nos pais – destaca a professora de música Suzana Vasconcelos.

Um papinho com Kleiton & Kledir




Com o recém lançado Par ou Ímpar, a dupla Kleiton & Kledir (na foto ao lado) concretizou um sonho antigo: tocar para crianças. Nesta entrevista ao Meu Filho, eles revelam a alegria que foi embarcar no mundo infantil.




Zero Hora – Qual é a inspiração para compor para esse público?




Kledir – O desafio foi fazer canções para uma garotada que vive em apartamento e brinca com videogame. Esse é um disco para crianças de hoje, não é uma volta ao passado, mas não queríamos falar de PlayStation, pois pode ser uma moda passageira. Acabamos descobrindo que certos assuntos e brincadeiras são clássicos, ficam pra sempre.




Como é o caso do Par ou Ímpar. E isso deu uma direção para o trabalho. A vontade é fazer muita coisa a partir desse disco. Já estamos montando o show de lançamento e pensando em gravar um DVD.




Kleiton – O mundo infantil é mágico, muitas vezes surrealista.
Não é fácil compor para crianças, como muita gente pensa. O Dorival Caymmi dizia que a música que ele queria ter composto era Ciranda Cirandinha. Um dos maiores compositores brasileiros sabia que não era tarefa fácil fazer o “simples”. Nossa busca foi nessa direção. Música com conteúdo, mas sem intelectualizar. Falando o mais próximo possível da linguagem das crianças.



ZH – Há uma mensagem a ser passada ou é só diversão?




Kleiton – As duas coisas. Algumas letras têm histórias deliciosas que vão envolvendo a criança em sua narrativa. Em outros momentos, algumas expressões diferentes, sons originais de instrumentos esquisitos, vozes de crianças pequenas, vocais de todo tipo, violinos, vozes de bichos conduzem quem ouve a um mundo lúdico divertido, mas sem cair no lugar-comum. Por outro lado, isso tudo foi gravado com muito rigor, o mesmo que sempre tivemos com todos os nossos discos não infantis. Ou seja: diversão sim, informação também, mas tudo feito com muito esmero.

Nova safra




Música de Brinquedo (2010) – Pato Fu
- No disco, a banda mineira apresenta canções tocadas com instrumentos de brinquedo ou com brinquedos musicais, e crianças fazem o coro. As canções reproduzem à risca os arranjos originais de temas conhecidos nas vozes de Rita Lee, Roberto Carlos, Paul
McCartney, Tim Maia, Elvis Presley, Temptations, Amelinha, Ritchie, Titãs, Paralamas do Sucesso e B.J. Thomas.
Partimpim (2004) e Partimpim 2 (2009) – Adriana Calcanhotto- Com letras inteligentes, os álbuns tiveram uma ótima aceitação pelo público – o primeiro disco vendeu mais de 100 mil cópias. Traz a conhecida versão Fico Assim Sem Você, do repertório de Claudinho e Buchecha.
Par ou Ímpar (2011) – Kleiton & Kledir
- O novo trabalho da dupla gaúcha radicada no Rio de Janeiro traz músicas do universo infantil tocadas com vuvuzelas, assovios, estalos de língua e celopentes (mistura de pente com papel celofane). Nas letras, show de magia (O Mágico Estrambólico), implicâncias com as manias do sexo oposto (Trova do Guri e da Guria), piada com os próprios gases (Planeta Poft) e encantamento com um bichinho de estimação (O Cão Salsicha).
Pequeno Cidadão (2010) – Arnaldo Antunes, Edgard Scandurra (ex-
Ira!), Taciana Barros (ex-Gang 90) e Antonio Pinto- Formado pelo quarteto em parceria com suas crianças, o grupo Pequeno Cidadão apresenta repertório de canções infantis cuja inspiração vem dos próprios filhos, da experiência como pais e também das lembranças de infância. Mescla rock, psicodelia e forró em músicas que abordam temas comuns como amor, a hora de largar a chupeta, futebol e animais.
Grandes Pequeninos (2009) – Jair Oliveira
- Um dos integrantes do Balão Mágico, Jair Oliveira, o “Jairzinho”, lançou esse livro/CD inspirado pelo nascimento de Isabela, sua filha com a atriz Tânia Khalill.
Das antigas
Sítio do Pica-Pau Amarelo (1977) – Gilberto Gil
- Célebre programa da TV, o Sítio do Picapau Amarelo é uma adaptação de Paulo Afonso Grisolli e Wilson Rocha da obra homônima de Monteiro Lobato, uma das mais originais da literatura infanto-juvenil brasileira. Com direção de Geraldo Casé e supervisão de
Edwaldo Pacote, o infantil estreou como resultado de um convênio entre a TV Globo, a TV Educativa e o Ministério da Educação e
Cultura em 7 de março de 1977, sendo exibida até 31 de janeiro de 1986. Gilberto Gil gravou a trilha do programa pela primeira vez na década de 1970.
Os Saltimbancos (1977) – Chico Buarque
- Inspirada no conto dos irmãos Grimm Os Músicos de Bremen, a peça narra a história do encontro de quatro animais (um jumento, um cachorro, uma galinha e uma gata) que, devido a maus tratos, fugiram de seus patrões. Juntos, decidem formar um grupo musical e rumam à cidade para começar a carreira artística. No caminho, encontram seus antigos donos e, temendo serem novamente escravizados, resolvem enfrentá-los. Os bichos vencem e chegam à conclusão de que, unidos, conseguirão superar todas as dificuldades.
- Em 1975, Chico lançou o disco Os Saltimbancos, fábula musical que traduziu e adaptou do italiano I Musicanti, de Luiz Enriquez e Sergio
Bardotti. As canções foram sucesso e serviram de trilha para a montagem teatral.
Arca de Noé (1980) – Toquinho e Vinicius
- Um dos mais notórios trabalhos da dupla foi o disco Arca de Noé, seguido de Arca de Noé 2, gravados em 1980 e 1981, respectivamente.
Foram incluídas composições como A Corujinha, com Elis Regina, A
Foca, com Alceu Valença, Aula de Piano, com As Frenéticas, A Porta, com Fábio Jr., entre outras.
- Toquinho também foi responsável pelos discos Casa de Brinquedos
(1983) e Canção de Todas as Crianças (1987).

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Irmãos gaúchos lançam disco de olho na geração video-game



Dupla Kleiton & Kledir se aventura no mercado fonográfico infantil
Irmãos gaúchos lançam disco de olho na geração video-game

As molecagens de criança de Kleiton e Kledir ajudaram na criação de Par ou ímpar



Mais nova aposta no mercado fonográfico infantil, Par ou ímpar (Biscoito Fino), da dupla Kleiton & Kledir, é prova de que não falta vida inteligente na produção de discos para crianças no Brasil. A exemplo de outros artistas que se aventuram com sucesso nessa seara (Palavra Cantada, Pato Fu e Adriana Calcanhotto são alguns), os irmãos gaúchos apostam em 12 canções (quase todas autorais) e instrumentação variada, resultando em trabalho de bom gosto e sensibilidade.


“Era uma vontade antiga. O desafio foi fazer canções para uma garotada que vive em apartamento e brinca com videogame. Foi refletindo sobre isso que surgiu o conceito do disco: a constatação de que certos assuntos e brincadeiras são clássicos e convivem bem com as novas tecnologias. O mesmo se pode dizer da sonoridade de certos instrumentos, como o violão, o piano e a percussão. O conceito temático acabou inspirando também a concepção musical do trabalho e tudo passou a fazer sentido”, conta Kledir.


O Mágico estrambólico, Pirulito esquisito, Formiga atômica, Bicho gente e a faixa-título são as canções que iniciam o álbum, todas assinadas pela dupla e com letras bastante estimulantes para as crianças. Já Pé de pilão foi escrita por Kledir e outro irmão, Vitor, inspirada na obra do poeta conterrâneo Mario Quintana. Há, ainda, duas da compositora argentina Maria Elena Walsh, Margarida, a tartaruga e Cão salsicha, que ganharam versão em português pelas mãos de Kledir.


O novo repertório inclui duas curiosidades. A bruxa, penúltima faixa do álbum, foi composta por Kleiton quando era criança, e Lindinha, a última, por Kledir, que a dedica à filha Julia. Por fim, vale destacar a participação da atriz Fabiana Karla no trabalho: é ela quem assume o papel feminino na canção Trova do guri e da guria, divertida versão infantil da guerra dos sexos. A propósito, crianças participaram das gravações, além dos filhos da dupla.


“Acho que a principal dificuldade nesse tipo de trabalho reside no fato de que fazer o simples é mais difícil do que parece. Sempre fomos dois moleques e isso nos ajudou bastante. Foi prazeroso e divertido gravar o disco. Em relação à criação das canções, o mais importante foi cuidar que o repertório tivesse conteúdo nas letras e que as músicas fossem comunicativas, sem cair em soluções déja-vù. Fomos tão exigentes com os resultados desse disco quanto temos sido nos discos que fazemos para adultos”, conta Kleiton. (ETG)



Novas gerações
O site www.kleitonekledir.com.br/parouimpar disponibiliza sequências didáticas para serem usadas em sala de aula, desenvolvidas por professoras que são amigas da dupla. O material está aberto a contribuição de outros professores, inclusive. “Nossa mãe, Dalva, trabalhou com alfabetização a vida inteira. Hoje, aos 85 anos e aposentada, entusiasmou-se com a ideia e está criando algumas atividades. Ficamos emocionados. Somos de uma família de educadores. Fico contente com a volta do ensino obrigatório de música nas escolas, é bom para a alma e para o intelecto. Vamos ter novas gerações muito melhores em todas as áreas”, avalia Kledir.

jornal O GLOBO - 5 minutos com K&K



jornal O GLOBO - 5 minutos com K&K






quinta-feira, 20 de outubro de 2011

ZIRIGUIDUM - Beto Feitosa... K & K brincam de cantar



ZIRIGUIDUM - Beto Feitosa




Kleiton e Kledir brincam de cantar




Dupla gaúcha lança seu primeiro trabalho infantil
Brincando e fazendo música Kleiton e Kledir apresentam seu primeiro trabalho infantil. Depois de mais de 30 anos de carreira e diversos sucessos na década de 80, os irmãos gaúchos lançam o CD Par ou ímpar pelo selo Biscoitinho, braço infantil da Biscoito Fino.
Na aventura lúdica-musical os irmãos se saem incrivelmente bem. Bons compositores, criam histórias divertidas como em Margarida, a tartaruga que vivia em Pelotas e se mudou para Paris ("Foi a pé, é o que se diz"). Oi ainda do Mágico estrambólico, "meio lunático, enigmático". Até a incrível atmosfera do Planeta poft, de Pery Souza e Ricardo Silvestrin, onde o pum é perfumado: "Oh, como melhorou o ar!".
Em tempos de diversões eletrônicas e criançada que controla o mouse melhor do que o giz de cera, a faixa título dispara nome das brincadeiras tradicionais que passam de geração em geração sem precisar de tutoriais ou manuais. Também brilham na Trova do guri e da guria, divertida disputa entre menino e menina que ganha curiosa participação da comediante Fabiana Karla. Ao contrário das grandes produções acéfalas para crianças, o álbum procura brincar passando conceitos importantes para a formação e educação. "Todo mundo é um pouco bicho / Todo bicho é um pouco gente", cantam em Bicho gente, composição de Kleiton.
Até a década de 80 era comum ter grandes compositores compondo para crianças. O repertório infantil trazia assinatura de Vinicius de Moraes, Toquinho, Chico Buarque entre outros. Depois veio o reinado em milhões de discos das apresentadoras cobertas de produtos, apresentando um incontrolável show de consumismo rápido e sem questionamentos. A oferta musical ficou seriamente prejudicada. Até o surgimento de iniciativas importantes como da dupla Palavra encantada, de Paulo Tatit e Sandra Peres, entre outros artistas seriamente dedicados a entrar com respeito no peculiar universo infantil. Mais recentemente nomes como Adirana Calcanhotto e o Pato Fu também fizeram música para pais e filhos.
O álbum de Kleiton e Kledir traz boas idéias, histórias divertidas e informações. Para brincar com as crianças os músicos não precisam se vestir de forma esdrúxula e nem deformar a voz com agudos irreais. Eles se colocam no adequado papel de contadores de histórias. Assim contribuem com cultura para formação de crianças que se preocupam mais com brincar e criar do que em consumir as grifes da TV.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

K&K no buzum



BUSDOOR - campanha Dia das Crianças


A Biscoito Fino botou o Par ou Ímpar para circular em várias linhas de ônibus do Rio de Janeiro.
É isso aí... De bicicleta, de patinete e de buzum

LETICIA WIERZCHOWSKI - jornal ZERO HORA



LETICIA WIERZCHOWSKI
jornal ZERO HORA


Par ou Ímpar


Chegou coisa boa. Kleiton & Kledir, essa instituição gaúcha adorada do Oiapoque ao Chuí, essa dupla de guris queridos, finalmente – e deliciosamente –, resolveu se aventurar pelos caminhos do mundo infantil. A novidade é Par ou Ímpar, primeiro trabalho de K & K voltado para os pequenos, muito embora os papais possam também tirar uma lasquinha desse divertido disco. São 12 músicas inéditas, uma mais joia do que a outra. Tem mágico, tem bicho de tudo quanto é tipo, tem bruxa, tem formiga atômica (lembram?), até trova tem – a divertida Trova do Guri e da Guria. Bonito, surpreendente e engraçado, Par ou Ímpar já toca sem parar aqui em casa.


De tanta música legal, a minha preferida é Bicho Gente. Conta que, desde que o mundo é mundo – e já inundava, vejam só –, havia por aqui essa multiplicidade de seres que se intercambiam e se relacionam numa boa. Assim como as nossas crianças crescem num mundo quase sem fronteiras geográficas, convivendo alegremente com pessoas de todos as raças, crenças e culturas, também os animais faziam naqueles tempos bíblicos. Como é que diz a música mesmo? Na arca de Noé havia de tudo, esse é o nosso mundo, assim a vida é. Mas Par ou Ímpar é um disco para crianças, então preciso dizer que a música preferida do meu filho Tobias, de três anos, é Pirulito Esquisito. Afinal, qual criança não morreria de rir ante a possibilidade de chupar um pirulito de sabão, um pirulito de capim ou um pirulito... de chulé!


Recentemente, muita gente boa tem feito ótimos trabalhos infantis (Adriana Calcanhotto, com seus dois Partimpim, Arnaldo Antunes & trupe com o ótimo Pequeno Cidadão), mas Kleiton & Kledir não deixaram por menos: ao voltarem a esse misterioso país chamado infância, trouxeram na mala algumas pérolas. Enfim, Par ou Ímpar é um disco com um vocabulário, um jeito, sei lá, que me levou de volta à minha própria, saudosa e perdida infância. Alguma coisa das noites ao pé do fogo com o meu pai, das festas de bairro, das brincadeiras de quintal, alguma coisa ressurge em mim sempre que o disco toca por aqui. Porque aqueles guris falam como a gente falava, e em cada música há uma surpresa e uma sensação de reconhecimento, de afinidade... Adorei. Está certo, não sou o público alvo, mas meus filhos adoraram ainda mais. Adoraram como adoram as crianças: cantando e dançando pela sala, como se estivessem num picadeiro de circo. Então, se você tem filhos, aqui fica a dica. Se não tem, os sobrinhos podem ser uma ótima desculpa!

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Especial Dia das Crianças com K&K no Sem Censura



Especial Dia das Crianças
Kleiton e Kledir lançam novo CD, com músicas que falam sobre bichos, mágicos e brincadeiras

O Sem Censura desta quarta-feira (12/10) tem como tema o Dia das Crianças. A gerente de pesquisa do canal Discovery Kids, Marcela Doria, explica a pesquisa “Crianças de ontem, pais hoje”, entre outras realizadas pela emissora. O gerente do INMETRO, Luiz Carlos Monteiro, conta mais sobre o desenho animado criado pelo instituto para ajudar os consumidores de amanhã a conhecer as unidades de medida, como o metro, o litro e o quilo.]

A nutricionista Elaine de Pádua fala sobre seu livro “O que tem no prato do seu filho”, que é um alerta aos pais sobre a obesidade na infância. A atriz Andréa Veiga conversa sobre a peça “O gato de botas- O musical”, inspirada no clássico francês que conta a história de um homem que tinha três bens: um moinho, um burro e um gato.

E os irmãos Kleiton e Kledir apresentam o novo disco, “Par ou ímpar”, dedicado especialmente às crianças, com músicas que falam sobre bichos, mágicos e brincadeiras, entre outros temas do universo infantil.

O fuxico Par ou Ímpar? Kleiton e Kledir para baixinhos, e altinhos


















































Nos anos 80 e 90 era normal ver grandes nomes da MPB lançando álbuns dedicados às crianças. Quem não se lembra da Arca de Noé de Toquinho e Vinicius? E depois Casa de Brinquedos (esse só de Toquinho com participações de Simone, MP4 e muitos outros). Chico fez Saltimbancos, depois veio Plunct, Plact, Zuum, com participações de Jô Soares, José Vasconcelos, Raul Seixas, Fafá de Belém, Eduardo Dusek e Lulu Santos. Impossível esquecer também da Turma do Balão Mágico e dos Trapalhões.
E agora boas novas em 2011! Os irmãos Kleiton & Kledir resolveram abrir uma nova porta em sua carreira e mergulharam no universo da criançada. Isso mesmo, agora K&K cantam também para os baixinhos.
A inspiração para o projeto começou em casa, com os filhos, sobrinhos, lembranças da infância. Fantasia e imaginação é o que não falta para estes dois e o resultado não poderia ser melhor.
Par ou Impar fala dos bichos, mágicos, bruxas, pirulitos estranhos, pum perfumado, brincadeiras de rua. Um universo colorido e delicioso.
E como bons gaúchos, os dois guris resgataram ainda aquele clima de improviso e desafio das trovas gaúchas, para um divertido momento guerra dos sexos com participação da impagável Fabiana Karla, que incrementou a parceria com seu toque pernambucano. Uma delicia essa música.

Canções como “O Mágico Estrambólico”, “Pirulito Esquisito”, “Formiga Atômica” e “Bicho Gente” caem no gosto da criançada logo na primeira vez. Versos simples, letras fáceis e inspiradas são facilmente assimiladas até pelos mais pequenos, em fase de alfabetização. Ao mesmo tempo, deve funcionar como uma boa ferramenta para professores em sala de aula, nesse momento em que o ensino de música nas escolas passa a ser obrigatório.
O irmão mais novo, Vitor Ramil, entra na brincadeira em “Pé de Pilão”, inspirada na obra do poeta Mario Quintana.
Mais dois momentos especiais, resgatados da história pessoal de cada um dos irmãos: “A Bruxa” foi a primeira música feita por Kleiton, quando ainda era criança, e “Lindinha” foi criada por Kledir para ninar sua filha Julia. Por conta dessas histórias, os filhos Kamila, Karina e Kaio (Kleiton); Julia e João (Kledir). participam do disco, reforçando o coro.

Par ou Ímpar resgata as brincadeiras clássicas como bolinha de gude, pula corda, pião, sem crucificar as novidades do mundo tecnológico dos computadores, games e afins.
O disco conta com um belo projeto gráfico e foi desenvolvido em paralelo com um Hot site bem no clima de criança. Além das músicas, letras, fotos e comentários, o espaço traz ainda joguinhos, postais, cifras e até um Caderno de Atividades sugeridas para Professores. Uma incrível oportunidade de ser criança de verdade, ao lado das nossas crianças!


Siga @Ofuxico_oficial no Twitter
Seja fã de OFuXico no Facebook







































































































































































































terça-feira, 11 de outubro de 2011

Jornais Digitalizados O Globo, O Dia e Extra











































FABIANA KARLA - blog



http://bloglog.globo.com/fabianakarla/


Escrito em:4/10/2011




"Par ou Ímpar" !
Gente nesse mês da criança eu queria homenagear os pequeninos deixando aqui um pouquinho do trabalho muito feliz que eu tive a honra de fazer com outros 2 guris: Kleiton e Kledir!!!
Eles me convidaram para participar da faixa de número 7- "Trova do Guri e da Guria" do CD infantil Par ou Ímpar" pela Biscoito Fino, e que eu fiz com muito carinho e pensando em cada criança que iria ouvir e se divertir.Devo confessar que teve uma pitada de "Repente Nordestino" e a mistura com a "Trova gaúcha" ficou muito legal. Agora me sinto praticamente uma "Prenda Gaúcha" ou devo dizer uma "Prenda Nordestina"? kkk
O clima no estúdio era "Mágico e estrambólico", tinha cheiro de "Pirulito Esquisito" no ar,e resolvemos tirar no "Par ou Ímpar" pra ver quem começava a cantar.
"Margarida a tartaruga" resolveu chamar a "Formiga Atômica" e o "Cão Salsicha" para ouvir nossa cantoria e eles riam tão alto que pareciam "Bicho Gente"!
Tudo virou uma grande festa que parecia que a gente tinha ido parar em outro planeta!É!!!! o "Planeta Poft"! Onde até o Pum é perfumado! kkk
A "Bruxa" "Lindinha" resolveu aparecer mas eu não arredei o meu "Pé de pilão" afinal de contas essa é a turma do Pé quente!
Desejo aos meus queridos Kleiton e Kledir que este trabalho possa encantar a todos e despertar a purezae a criança que mora dentro de cada um de nós.


FABIANA KARLA

Notícias: Par ou Ímpar é a nova Arca de Noé



Par ou Ímpar é a nova Arca de Noé


Público infantil ganha disco de Kleiton e Kledir
'Par ou Ímpar' captura essência de discos infantis como 'A Arca de Noé' e 'Os Saltimbancos'.


André Cananéa - Jornal da Paraíba
Não seria exagero dizer que Par ou Ímpar (Biscoito Fino, R$ 29,90), um belíssimo disco infantil que está chegando às lojas, é a nova Arca de Noé, até hoje, uma das grandes obras-primas da discografia infantil brasileira, concebida por Vinícius de Moraes e Toquinho em 1980.
A razão é simples: não só Par ou Ímpar captura a essência infantil de discos como A Arca de Noé e Os Saltimbancos (de Chico Buarque), como foi feito por uma das duplas mais talentosas da música brasileira: Kleiton e Kledir.


leia mais em...


http://www.jornaldaparaiba.com.br/noticia/67231_publico-infantil-ganha-disco-de-kleiton-e-kledir

Par ou Ímpar - o cd de Kleiton & Kledir para crianças de todas as idades













Par ou Ímpar - o cd de Kleiton & Kledir para crianças de todas as idades

Par ou Ímpar - o cd de Kleiton & Kledir para crianças













Par ou Ímpar - o cd de Kleiton & Kledir para crianças

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Vem aí...

Uni Duni Tê, o escolhido foi...
Par ou Ímpar?
Aguardem!












































































































































































































































































sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Vem aí o novo livro de Kleiton Ramil!



O LIVRO DAS CONFISSÕES - Uma trilogia

Pequenas confissões a um pré-adolescente
Cruas confissões a uma adolescente
Grandes Confissões a uma mulher

Trechos...

Pequenas confissões a um pré-adolescente
"Tenho viajado muito e esse é um dos fatores que me levaram a querer guardar para você esses pensamentos que me ocorrem quando estou ausente. Dizem que estamos todos ligados por tênues membranas invisíveis que perpassam o universo. Na verdade, estou sempre com você, mesmo distante. Esse é um mistério do amor."


Cruas confissões a uma adolescente
"Você já tem uma capacidade camaleônica de se adaptar a tudo. Isso já é muito bom. A vida não é afável aos intransigentes e rígidos de comportamento. É preciso saber adaptar-se."


Grandes Confissões a uma mulher
"(...) o exercício democrático das idéias, o saber influenciar sem se impor, de saber ouvir sem se submeter servilmente, de gostar de participar com consciência de grupo e simultaneamente sentir-se uma unidade presente, una ao oceano de gotas que interagem entre si, sem perder a capacidade de amar e ser amada; como disse Charles Chaplin em sua autobiografia, “o homem é um animal semidomesticado”(...)


O LIVRO ESTÁ PROGRAMADO PARA SER LANÇADO EM OUTUBRO.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Feliz Aniversário Kleiton!



Oi Kleiton!
Por um problema técnico, não foi possível parabenizá-lo pelo seu aniversário. Então, que receba hoje com todo o nosso carinho Um Super Feliz Aniversário ainda que atrasado, mas cheio de amor, respeito e desejando sempre muita saúda, paz, felicidade e sucesso!

BEIJOS!!!

Valéria Cavalcante






Obs: O aniversário dia 23

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

jornal ZERO HORA - 22 ago 2011



Noite de esperança
Programa arrecadou donativos apresentando uma viagem pelo país

O show deste ano do Criança Esperança, no HSBC Arena, no Rio de Janeiro, na noite de sábado, levou os espectadores para uma viagem pelas cinco regiões do Brasil. (...)


Para representar a região Sul, Renato Borghetti se esmerou na gaita, e Kleiton e Kledir Ramil receberam a companhia do irmão Vitor em um encontro emocionante e que arrancou aplausos do público. (...)


Juntos, os irmãos Kleiton, Kledir e Vitor Ramil cantaram Paixão e Vento Negro. Depois da apresentação, Kleiton comentou que ficou surpreso com a recepção do público, formado em sua maioria por crianças – que cantaram junto empolgadamente.

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Kleiton, Kledir e Vitor Ramil no Criança Esperança



A dupla estará no programa Criança Esperança no próximo sábado.


Junto à dupla K&K, participará também o irmão Vitor Ramil representando o sul do país.


Eles apresentarão três músicas sendo duas do repertório: Vento Negro e Estrela Estrela.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

K&K no Sesc Pompéia-SP



KLEITON & KLEDIR no SHOW AUTORRETRATOSESC POMPEIA - SP


Dias 08 e 09 Setembro às 21h (quinta e sexta)


R$ 20,00[inteira]
R$ 10,00[usuário matriculado no SESC e dependentes, +60 anos, professores da rede pública de ensino e estudantes com comprovante]
R$ 5,00[trabalhador no comércio e serviços matriculado no SESC e dependentes]


João Schmidt

21 2542.5956

21 2542.8304

21 9378.7845

ID 24*45052

Três craques!!!


Três craques!!!

Sócrates, Zico e Kledir

Brasil + Brasileiro: Sócrates entrevista Kledir Ramil
Brasil + Brasileiro: Kledir Ramil


Sinopse
Criado sob as tradições gaúchas, Kledir Ramil acredita na música como instrumento de formação de caráter. Conhecido pela dupla com o irmão Kleiton, ele fala sobre o processo de criação das músicas e dos textos, suas duas paixões.

Canal Brasil - 10/08 às 20:47 (quarta-feira)


segunda-feira, 18 de julho de 2011

Programa "Sr. Brasil", dia 21/07/11 - Kleiton & Kledir





















Kleiton & Kledir no Programa "Sr. Brasil"




Dia 21/07/11 - Quinta – Feira
Horário: 22h15min.

Reapresentação:
24/07 - Domingo, ás 10h15min.

www.tvcultura.com.br/srbrasil



Fotos: Pierre Yves Refalo




MARCIA VASTO
Produção - Programa "Sr. Brasil"
Tel.: 11 2182-3480 / 3781
E-mail: marciavasto@tvcultura.com.br